26 de Maio de 2015

The Division traz alianças e traições em uma Nova York devastada

Game assinado por Tom Clancy permite apunhalar colegas para roubar itens. Jogo online de tiro e RPG finalmente será lançado em 8 de março de 2016

Você vive em uma Nova York em ruínas e devastada por uma doença terrível. Até que ponto vale a pena manter seus aliados por perto, se o significado disso for morrer de fome?... Ou simplesmente ficar sem aquele item muito legal.

Essa é a questão levantada pelo novo modo de jogo de "Tom Clancy's The Division", "Darkzone", que finalmente será lançado em 8 de março de 2016 após vários atrasos.

Para quem se enfurnou em "Destiny" nos últimos meses, "The Division" tem um esquema bem parecido. Os jogadores entram em um mundo sempre online, se organizam em equipes e partem juntos para cumprir missões, coletar equipamentos e enfrentar outras pessoas.

A diferença da "Darkzone" é que ela une tanto aspectos de PvP (player vs. player, ou jogador contra jogador) quanto de PvE (player vs. environment, ou jogador contra cenário). Seu objetivo é entrar lá, coletar itens valiosos protegidos pela máquina e fugir em um helicóptero. Mas para sair de lá com suas novas armas e equipamentos, você invariavelmente irá se deparar com a ganância de outras equipes controladas por humanos.

Quando você recupera esse "loot", seu soldado fica evidenciado por uma mochila amarela nas costas. Isso significa que você está carregando itens poderosos da "Darkzone", que precisam ser desintoxicados para serem usados, e essa é a deixa para a dança das alianças comer solta.

E foi isso que aconteceu por boa parte do teste. Em nenhum momento a equipe de desenvolvedores de "The Division" que jogava contra nós parou e pensou: "olha, eles vieram de longe, vamos deixar eles fugirem". Imagina. Bastava aparecer com a mochilinha amarela e eu virava alvo instantâneo.

Das duas, uma. "The Division" vai ter um nível de dificuldade elevado, e a "Darkzone" será aquele lugar para tentar descolar bons itens na malandragem. Na hora do aperto, da sobrevivência em meio a uma cidade consumida por uma doença, tem gente que não vai mesmo se importar com seu espírito esportivo e vai simplesmente descer o fogo em você. Lei da selva.

Ou a equipe de "devs" estava realmente cansada de apresentar tantas vezes o jogo para tantos jornalistas. Justo.

De qualquer modo, esse novo lado de "The Division" lembra a linha tênue entre aliança e traição vista em "DayZ", game muito popular no PC. Lá o inimigo, a princípio, é um só: o mundo infestado de zumbis. Mas basta o calo no calcanhar apertar para vários jogadores esquecerem qualquer tipo de moral e começarem a atacar colegas de servidor em busca de mantimentos e armas melhores.

Até onde vale a pena manter seus amigos perto, e os inimigos mais pertos ainda em "The Division"? Só vamos descobrir de verdade quando o game for lançado em março de 2016.

G1

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora