10 de Julho de 2014

Empresa recupera 40 mil fotos 'apagadas' de 20 smartphones usados

Companhia alerta para risco de vender aparelhos usados. Mensagens de e-mail e texto também foram encontradas

A companhia de segurança Avast Software realizou um experimento: 20 smartphones usados foram comprados no eBay. Embora todos tivessem sido retornados às configurações de fábrica e aparentemente não traziam nenhum dado, a companhia fez uso de um software de recuperação de dados para analisar a memória dos aparelhos. Milhares de fotos e centenas de mensagens foram encontradas.

De acordo um post no blog da companhia, mais de 40 mil fotos foram recuperadas. Entre elas estão mais de 1.500 fotos de crianças, 750 fotos de mulheres "em vários níveis de nudez" e 250 "selfies" do órgão sexual masculino.

Além das fotos, a empresa recuperou mais de 750 mensagens de e-mail e de texto, informações de 250 contatos e mais de mil termos pesquisados no Google. Em quatro casos, a companhia foi capaz de encontrar o que seriam os dados pessoais do dono anterior do aparelho.

A Avast explica que simplesmente "apagar" os dados não é o bastante. As informações presentes precisam ser "sobrescritas". Apenas isso pode eliminar definitivamente rastros dos dados presentes no aparelho. Quando um arquivo é simplesmente apagado, os dados não são imediatamente eliminados; em vez disso, o espaço ocupado pelo arquivo é simplesmente marcado como livre para ser usado por outros dados. É por isso que a operação de apagar um arquivo é sempre muito rápida.

Se o espaço nunca for reutilizado – como acontece no caso de eliminação de dados antes da venda -, toda a informação continuará no aparelho. Segundo a Avast, o app "Avast Anti-Thef" oferecido pela companhia é capaz de realizar essa operação, sobrescrevendo a memória inteira do aparelho. Os 20 smartphones usados no teste usavam o sistema operacional Android.

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora