10 de Outubro de 2014

Baidu compra Peixe Urbano

Hoje um 'shopping de ofertas', Peixe Urbano reuniu 20 mi de cadastrados. Chinesa se comprometeu a investir R$ 120 milhões no Brasil em três anos

As duas companhias não revelaram o valor da transação. Apenas informaram que o Baidu se tornou controlador da empresa brasileira. O negócio é uma forma de o conglomerado chinês se aproximar do mercado brasileiro de internet. O Peixe Urbano possui 20 milhões de usuários cadastrados em sua plataforma.

Em comunicado, Johnson Hu, diretor geral de negócios globais do Baidu, afirmou que “o Brasil é um mercado-chave” e já possui “mais de 50 milhões” de usuários. Para o executivo, “a aquisição do Peixe Urbano, uma das empresas mais conhecidas e respeitadas da internet brasileira, demonstra o nosso comprometimento em investir no desenvolvimento do mercado local a longo prazo”.

No Brasil
O Baidu chegou ao Brasil em novembro de 2013 ao lançar o portal de conteúdo Hao 123, o navegador de internet Spark e o serviço de análise do desempenho do computador PC Faster.

Somente em julho, porém, a empresa trouxe o seu produto mais famoso, o buscador na internet, a segunda ferramenta do gênero mais usada no mundo, atrás somente do Google. Enquanto a norte-americana executa 71% das buscas realizadas por computadores no mundo, segundo a consultoria Net Applications, a chinesa faz 15,5%. Quando são analisadas as pesquisas em dispositivos móveis, a vantagem do Google aumenta. É de 91,7%, enquanto a fatia do Baidu é de 0,12%.

lançamento do motor de busca no Brasil contou com a presença do presidente chinês Xi Jinping, que visitava o país, acompanhado do fundador do Baidu, Robin Lin. Durante o evento, a empresa se comprometeu em investir R$ 120 milhões no mercado brasileiro nos próximos três anos, além de assinar acordos de cooperação. Parte desse dinheiro pode ter sido usado na aquisição do Peixe Urbano.

'Shopping de ofertas'
O Peixe Urbano nadou de braçada por anos na onda das compras coletivas, mas, com o declínio dessa vertente de varejo eletrônico, a empresa passou a se posicionar como um portal de comércio on-line local. A guinada virou uma nova tendência entre as antigas empresas de compra coletiva, como inclusive a percursora desse segmento Groupon.

Ao atuar como “shopping de ofertas”, o Peixe Urbano envia aos clientes promoções de estabelecimentos próximos a eles. Como esse serviço só é possível por meio do investimento em tecnologia móvel, o casamento com o Baidu ajudará o Peixe Urbano a intensificar os esforços nesse sentido. Isso porque na China, 80% dos internautas acessam a rede por meio do smartphone.

Além disso, o Baidu informa que auxiliará o Peixe Urbano na administração das ofertas, já que este é um segmento em que também tem atuação na China. A companhia chinesa promete manter a equipe atual da empresa brasileira.

G1

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora