16 de Novembro de 2015

Lissauer: 'Falar de recuperação e duplicação da GO-174 é falar de vidas'

Deputado participou de protesto na semana passada, pedindo obras para a rodovia

O deputado estadual Lissauer Vieira (REDE), participou na tarde desta quarta-feira, 11, de manifesto solicitando o início imediato da revitalização e criação das terceiras vias, ou duplicação, dos 45 quilômetros da GO-174, entre Rio Verde e Montividiu, no Sudoeste goiano. Vários produtores rurais, entidades, empresas e imprensa, fecharam esse trecho da rodovia por cerca de três horas.

O deputado, representante da região, participou da manifestação e hipotecou apoio aos usuários da estrada. “Falar em duplicação e em 3ª faixa da GO-174 entre Rio Verde e Montividiu, é falar de vidas. Por isso sempre estive, estou e sempre estarei junto com os usuários dessa estrada. Essa tem sido uma das minhas principais bandeiras desde que assumi o mandato de deputado e muitos de vocês têm acompanhado meu empenho nessa causa”, disse o parlamentar.

A licitação para reconstrução da pavimentação do trecho e construção de terceiras vias, em 30 quilômetros, nas subidas dos rios, já foi realizada e a ordem de serviço para início das obras foi assinada duas vezes, uma em 2013 e outra em julho desse ano. Mas, segundo informações do presidente da Agetop, Jayme Rincón, as obras não iniciaram por falta de recursos. “Sabemos e entendemos que o Governo do Estado passa por dificuldades financeiras. Acontece que essa rodovia é uma das mais importantes de Goiás, passam por ela todos os anos cerca de R$ 260 milhões em faturamento de ICMS, em uma região de aproximadamente 250 mil pessoas e trafegam pela rodovia 2.500 veículos por dia. Então o Governo precisa arrumar uma forma de realizar esses serviços”, argumenta o deputado.

O deputado Lissauer Vieira também enumerou os vários problemas e perigos na rodovia. “Trânsito intenso, pista estreita e sem acostamento, encabeçamento de pontes em situação calamitosa, entre outros defeitos. A GO-174 há muito não atende as nossas necessidades como usuários, sejam elas de deslocamento ou para escoamento de safra. E aí eu me incluo, pois sou produtor rural e uso essa rodovia para chegar em minha propriedade. Meus filhos e toda minha família também se veem obrigados a transitar diariamente pela GO-174, correndo os mesmos riscos de acidentes que vocês”, justificou.

Gabinete Lissauer Vieira

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora