11 de Março de 2013

Juraci e Heuler receberam lideranças

Rio Verde foi sede do 3° Encontro Regional do PSD, que aconteceu no último sábado, dia 9 de março

O deputado federal Heuler Cruvinel e o prefeito Juraci Martins receberam grande público e importantes autoridades políticas do PSD, durante Encontro Regional do partido, realizado em Rio Verde. O evento, que aconteceu no Parque de Exposições da cidade foi o primeiro de uma série deles a ser realizada pelo partido em várias cidades ao longo deste ano.

A condição de capital de uma das regiões mais importantes e ricas do Estado, o Sudoeste, e de maior cidade administrada pelo PSD em Goiás, com um prefeito reeleito e muito bem avaliado e um deputado federal, foi responsável por Rio Verde ter sido escolhida para sediar o importante evento.

Além do presidente do PSD de Goiás, Vilmar Rocha, vereadores, deputados estaduais, federais, prefeitos e aliados de outros partidos da base marcaram presença na festa. Do PSD nacional, veio o presidente Gilberto Kassab, o líder da bancada na Câmara, Eduardo Sciarra e outros. O governador Marconi Perillo (PSDB) também prestigiou o evento e declarou seu apoio pessoal a pré-candidatura de Vilmar Rocha ao Senado em 2014.

Durante discurso na festa do PSD, o presidente nacional do PSD falou para o público sobre a liderança política do deputado Heuler: "Heuler é jovem, trabalhador, um legítimo representante das cidades do Sudoeste de Goiás. Estamos aqui para publicamente mostrar reconhecimento ao seu trabalho, a sua história e a sua juventude.Temos muito orgulho de tê-lo no PSD. Você, por muitas décadas, com sua juventude, estará brilhando na vida pública", disse Gilberto Kassab.

Kassab também reconheceu o trabalho do prefeito Juraci Martins. "Juraci é um competente prefeito, uma revelação da política de Goiás. É prefeito de um dos municípios que mais crescem no país. Temos muito orgulho de seu trabalho", disse.

Vice-líder da bancada do PDS na Câmara federal, o deputado Heuler  Cruvinel disse que o grande diferencial da sigla é a democracia  e o espaço que oferece a novas lideranças. “É um partido novo, mas que já nasceu  forte. Principalmente porque dá condições para quem quer militar na política”, afirmou.Segundo Heuler, o PSD sabe reconhecer quem trabalha pelo partido, e pelas propostas desenvolvimentistas da sigla.  “Por isso, posso dizer que o PSD oferece espaço para quem quer  ingressar na vida pública”, reafirmou.

O deputado ressalta que é importante que o partido inicie a preparação para enfrentar a sua primeira eleição nacional, em 2014. “Estamos confiantes de que o partido vai consolidar, cada vez mais, seu espaço, que já tem”, disse, ressaltando o crescimento do PSD, que, em pouco mais de um ano de existência elegue, em sua primeira eleição no ano passado, 500 prefeitos, quase 5 mil vereadores. O deputado ressaltou que o PSD também é forte onde tem na Câmara, a terceira bancada, com 51 deputados, e onde tem ocupado espaço, tanto em Comissões, como na Mesa Diretora. “O PSD é um partido hoje que tem consistência e é muito representativo”, afirmou.

Heuler também ressaltou que a administração do prefeito reeleito de Rio Verde, Juraci Martins,  muito bem avaliada, é um modelo da forma que o PSD faz política e administra as cidades que governa. Para o deputado, isso estimula a filiação de novos integrantes ao partido mais jovem do país. ”Com essa linha desenvolvimentista, e que pensa no social, o PSD é um partido que busca novos integrantes e novos filiados, e tem despertado muito interesse”, avalia.

O deputado também se disse orgulhoso com a escolha de Rio Verde, base de sua atuação política, para iniciar a série de encontros do PSD este ano. “É motivo de alegria e satisfação tanto para mim quanto para o prefeito Juraci poder receber lideranças, como o presidente nacional, Gilberto Kassab, idealizador da criação desse partido, que um dos grandes partidos do Brasil”, disse.  Para Heuler, kassab é candidato natural ao governo de São Paulo.“Ele está preparado para ocupar qualquer cargo neste país”, acredita.

Heuler Cruvinel defende que o PSD tenha lugar na chapa majoritária da base, que deve disputar a eleição de 2014. “Vilmar Rocha vem, com muita competência, dirigindo os rumos do partido, por todo o estado de Goiás”, disse, lembrando que o PSD em Goiás é o terceiro maior partido em número de prefeitos e vereadores. “É o nosso próximo senador por Goiás”, estimulou.

Em discurso, Heuler também saudou o governador Marconi Perillo (PSDB), ilustre participante do evento. “O PSD é o primeiro partido a declarar apoio a reeleição do governador”, disse, arrancando aplausos.

Mobilização para eleição de 2014
Durante  o Encontro de Rio Verde, o PSD, mais jovem partido do país, iniciou a preparação para a disputa de 2014. Com a presença de lideranças regionais e nacionais do partido, como o presidente nacional Gilberto Kassab, o partido mostrou que quer crescer muito mais do que cresceu desde que foi fundado, há pouco mais de um ano.

O presidente do PSD de Goiás, deputado Vilmar Rocha, disse que o partido inicia um movimento para ampliar as filiações e para identificar os nomes da chapa de deputados estaduais e federais. “Nós temos que estimular as candidaturas e cumprir nossa meta de, no mínimo, manter o tamanho de nossa bancada de quatro deputados federais”, disse.  “Aqui, em Rio Verde, temos a candidatura a reeleição do deputado Heuler Cruvinel”, disse.

A receita para crescer, segundo o presidente Gilberto Kassab é populariza o PSD.   “O partido hoje precisa ter uma boa imagem. Para isso, precisa se dedicar a construir programas, projetos  e conquistar o respeito da opinião pública”, acredita o ex-prefeito de São Paulo.  “O partido se consolidou nas eleições municipais como o terceiro partido do Brasil, com a terceira maior bancada no Congresso Nacional. Isso nos habilita a ter nas eleições de 2014 um resultado também bastante positivo”, considerou.

Outra ponta importante, as alianças, também foi ressaltada por Kassab. Ele disse que a Executiva nacional do PSD deliberou que nos estados, os diretórios estaduais terão autonomia para decidi-las. “As direções estaduais terão plena autonomia para agir”, garantiu. “Aqui em Goiás nós temos uma aliança e temos muita segurança em sermos liderados pelo governador Marconi Perillo, que, no momento certo saberá deflagrar este processo”, disse, ainda.

Nacionalmente, o presidente do PSD  disse que a posição da sigla não está formalmente definida. “O partido, com o tempo, se consolidou como um partido de centro filiaram. Temos, no plano político, uma relação com o governo federal de independência”, disse. Sobre as sondagens  que o partido tem tido para ocupar cargos no governo, como ministérios, Kassab disse que eles não são determinantes para consolidar alianças. “Para nós é muito honroso, mas em nada este convite, caso  aconteça em algum momento, vai balizar a nossa decisão apara 2014. Nossa decisão será baseada na consulta que estamos fazendo junto aos diretórios estaduais, onde eles formalizam a sua posição”, explicou o presidente.

Porém, segundo o presidente, há uma tendência hoje, ainda que não formalizada de se apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). “Existe um sentimento no partido neste sentido”, disse.

Em nível estadual, o presidente do PSD goiano, Vilmar Rocha, disse que o partido vai permanecer no apoio a reeleição do governador Marconi Perillo. Lançado no encontro como pré-candidato ao Senado, Vilmar identifica condições propícias para uma nova vitória da base. “Não tenho dúvidas de que a base vai vencer as eleições de novo”, afirmou.

O governador Marconi Perillo (PSDB) compareceu a festa do partido aliado,  com outras lideranças tucanas, como o presidente regional, Paulo de Jesus, e declarou que a candidatura de Vilmar ao Senado tem o seu apoio. “Se há uma coisa que está definida de minha parte, é apoiar a candidatura de Vilmar ao Senado”, disse, sob aplausos.

Mirelle Irene - Assessoria de Comunicação

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora