26 de Fevereiro de 2018

Adib Elias prega união entre as oposições

Prefeito diz que “está cansado de perder eleições”

Três vezes prefeito de Cata­lão e três vezes deputado es­tadual, Adib Elias é um dos nomes mais experientes do MDB, partido ao qual está filiado a 47 anos. “Me filiei ao MDB em 1971, quan­do era médico residente no Rio de Janeiro e o governador era Chagas Freitas “, conta. Com a experiência de quem disputou – e perdeu–, uma convenção no PMDB para escolha do candidato a governador, Adib Elias diz que este é o momento do partido evitar o desgate de uma fis­sura. Em 2006, ele foi pré – candida­to ao governo do Estado, e perdeu a convenção para Maguito Vilela. “Perdi, mas no meu discurso, pre­guei a união e apoiei a candidatura do Maguito”, recorda. Ao lado de ou­tros prefeitos como Ernesto Roller (Formosa), Renato de Castro (Goia­nésia) e Paulo do Vale (Rio Verde), Adib não esconde a simpatia pela candidatura do senador Ronaldo Caiado. Segundo ele, o MDB não pode mais perder eleições, e por isto deve discutir a possibilidade de uma aliança com o DEM.

Sabtinado na Rádio 730 pelos jornalistas Kleber Ferreira, Eduar­do Horário e Rubens Salomão, Adib defende critérios para que o deputado federal Daniel Vilela (MDB) e o senador Ronaldo Caia­do façam o entendimento e saiam juntos na mesma chapa. Ele aler­ta que ninguém pode substimar a capacidade política do gover­no, e que o MDB não tem o direi­to de perder pela sexta vez a dispu­ta pelo governo do Estado.

DEFINIÇÃO
Adib adverte que vários prefei­tos e deputados querem uma defi­nição do MDB antes da chamada janela partidária ( prazo legal para troca de partido) que acontece no dia 07 de abril. “um dos grandes políticos de Goiás, hoje, não estou jogando no futuro não. O maior deputado que já me ajudou na cidade de Catalão. Eu não tenho certeza se conseguiria ser o que o Daniel é em Brasília hoje, em ter­mos de compreensão, em termos de entedimento e de respeitabili­dade. Agora, ele está à frente do partido, a qual eu ajudei a colocá – lo e todos estes (prefeitos) aju­daram, para que? Ele precisa sen­tar e conversar”, cobra.

Diário da Manhã

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora