03 de Janeiro de 2017

Quatro celulares foram roubados por dia em Rio Verde em 2016

Os números são da Polícia Civil

Em um sábado do mês de novembro de 2016, o estoquista Jean Zeferino saiu do trabalho e foi para um ponto de ônibus. Cansado após mais um dia de serviço, Jean esperava chegar tranquilo em casa e conversava com a mãe ao celular. Ao colocar o aparelho no bolso, o jovem foi abordado por dois homens e uma mulher. “Eles chegaram e me mandaram entregar o celular. Estavam armados com facas e um revólver. O outro rapaz que também estava no ponto levou um tapa no rosto”, recorda Jean ainda perplexo com a violência dos bandidos.

A situação vivida por Jean é a mesma de milhares de pessoas em Goiás. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Estado de Goiás (SSPAP), até novembro de 2016 foram roubados um total de 16.285 celulares em todo o Estado. Em comparação com o ano de 2015, houve um aumento de 20,2% já que o período registrou 13.542.

Por dia são roubados em Goiás 45 celulares e Goiânia é a cidade com o maior número de casos. A Capital registrou até novembro deste ano 4.625 roubos e o número pode ser maior se levado em consideração que a SSPAP ainda não divulgou os dados do mês de dezembro. A média chega ao total de 13 aparelhos levados por bandidos diariamente.

Jean conta que os criminosos mandaram todos que estavam no ponto de ônibus correrem sem olhar para traz. O estoquista destaca que as palavras dos bandidos impactaram mais do que o roubo propriamente. “Consegui acionar a polícia e registrei o boletim de ocorrência. Não recuperei o celular. Contudo, o mais difícil de aceitar é ser chamado de vagabundo por quem anda roubando trabalhador”, lamenta Jean que já comprou outro celular e ainda faltam seis prestações para terminar de pagar.

Outras cidades
Anápolis foi a cidade do interior com o maior número de casos. Em 2015, 804 celulares foram roubados no município. Até novembro de 2016, esse número já saltou para 2.032 casos, um aumento de 152,7%. Por dia, seis celulares são roubados na cidade. Em Rio Verde, os casos registrados em 2015 totalizaram 693; em 2016, o número pulou para 1.504, ou seja, 117% de aumento.

O fotógrafo Wallace Sousa, também foi assaltado e teve o celular roubado. Ele estava na Avenida Rio Verde, em Aparecida de Goiânia, e conta que nem teve tempo de pensar na hora em que tudo aconteceu. “Foi muito rápido. Os dois homens estavam em uma moto e apontaram pra mim o que parecia ser uma arma. Não consegui identificar. Pediram só o celular e foram embora”, explica. O mais intrigante, segundo Wallace, é que ele estava com um anel de formatura e uma prata no pescoço, mas os criminosos só quiseram o celular.

Ainda de acordo com a SSPAP, Aparecida de Goiânia registrou em 2016, 1.411 ocorrências. Ou seja, 3 celulares, em média, foram roubados todos os dias. Comparado a 2015 que registrou 1.674, a redução foi de 15%.

Em nota, a Polícia Militar informou que trabalha preventiva e ostensivamente para combater todos os tipos de crimes. O órgão destacou ainda que qualquer objeto de origem suspeita encontrado com pessoas em situação de crime é apreendido e entregue nas delegacias correspondentes ao local da autuação.

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora