10 de Fevereiro de 2012

Polícia prende suspeito de aplicar golpe do falso emprego

Mais de 200 pessoas foram prejudicadas pelo falsário em Rio Verde. Suspeito será indiciado por estelionato e formação de quadrilha

A polícia prendeu, na tarde de quinta-feira (9), o homem suspeito de chefiar a quadrilha que aplicava golpes do falso emprego em Rio Verde, no Sudoeste de Goiás. O suspeito é apontado como chefe da quadrilha e estava foragido há três meses. Ele foi encontrado em Inhumas, trabalhando como entregador de um supermercado.

Segundo a polícia, o suspeito será indiciado por estelionato e formação de quadrilha e se condenado pode pegar até dez anos de prisão.

O suspeito assumiu a participação no esquema e contou o que fez com toda a documentação das vítimas: “As carteiras de trabalho foram todas queimadas, já os documentos de identidade e CPF estavam todos guardados em uma caixa em uma casa em Petrolina.”

De acordo com informações da polícia, ele é suspeito de aplicar o golpe em mais de 200 pessoas. O golpista oferecia 300 vagas de emprego e para concorrer a essas vagas, os trabalhadores entregavam cópias de documentos, carteiras de trabalho e ainda pagavam R$ 20 por um suposto atestado médico.

Em Rio Verde, depois de conseguir os documentos e cerca de R$ 4 mil em dinheiro o grupo fugiu sem pagar a conta do hotel, mas asimagens da câmera de circuito interno ajudaram na captura.

Quatro vítimas foram à delegacia prestar mais esclarecimentos sobre o caso. Todas reconheceram o golpista. “Agora eu estou aliviada porque prenderam o bandido e espero que prendam os outros também”, diz Valdilene Batista Ferreira.

Fonte: G1

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora