07 de Julho de 2016

Operação contra tráfico de drogas prende 44 pessoas em Goiás

Em um veículo, policiais encontraram mais de 300 kg de maconha

A Operação Brasil Central Seguro das polícias Civil e Militar já prendeu 44 pessoas por mandados e flagrantes em Goiás, nesta quinta-feira (7), conforme Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP). A ação continua acontecendo no estado, Distrito Federal e em outras cinco unidades da federação para combater o tráfico de drogas. Em 22 cidades goianas devem ser cumpridos 39 mandados de prisão e cerca de 150 de busca e apreensão no total.

A SSPAP informou ainda que até a tarde desta quinta-feira, também foram cumpridos 112 mandados de busca e apreensão. Durante a operação, foram encontrados 321,5 kg de maconha em um carro.

Dos mandados de prisão já foram cumpridos 23 e outras 21 pessoas foram presas em flagrante por diversos crimes. Outras 11 pessoas foram conduzidas às delegacias locais para serem lavrados Termos Circunstanciais de Ocorrência (TCOs) e liberados em seguida.

Em Goiás, a operação acontece em Jataí, Itumbiara, Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Britânia, Corumbaíba, Baliza, Aragarças, São Simão, Davinópolis, Cumari, Formosa, Cabeceiras, São Miguel do Araguaia, Porangatu, Campos Belos, Itajá, Chapadão do Céu, Santa Rita do Araguaia, Rio Verde e Catalão.

Conforme a SSPAP, também foram apreendidas armas reais e de brinquedo, máscaras, celulares, balanças de precisão e dinheiro com alguns dos detidos. Além das drogas, a polícia também encontrou comprimidos ansiolíticos, que induzem o sono de forma rápida e têm efeitos anticonvulsivos e de relaxante muscular.

A operação começou às 5h e também conta com o apoio de bombeiros e integrantes da Superintendência de Polícia Técnico Científica. Os trabalhos ocorrem em parceria entre os estados que compõem o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Tocantins, Minas Gerais e o Distrito Federal.

G1

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora