25 de Fevereiro de 2015

GENARC prende suspeitos de tráfico de drogas

Ao todo, cinco pessoas foram detidas pela Polícia Civil

O Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Goianésia desencadeou uma operação policial para coibir o tráfico de drogas nas cidades de Goianésia e Jaraguá. A Polícia Civil já havia constatado uma conexão para comercialização de drogas entre traficantes de Goianésia, que seriam abastecidos por traficantes de Jaraguá.

Durante as investigações, os policiais receberam a denúncia de que um traficante de Goianésia teria enviado um adolescente de 16 anos para buscar drogas no município de Jaraguá. No retorno a Goianésia, o menor deveria passar por uma estrada vicinal, utilizada como um desvio para quem evita passar no Posto da Polícia Rodoviária de Artulândia.

O adolescente apontado na denúncia e o irmão do traficante de Goianésia foram abordados no KM 150 da GO-080. Eles estavam em uma motocicleta e carregavam 400 gramas de crack. A dupla levava ainda equipamento de pesca e alegou ter achado o entorpecente enquanto pescava num rio próximo ao local da abordagem.

A versão, porém, não convenceu o delegado Murillo Leal Freire, atual coordenador do GENARC, que autuou em flagrante delito Leandro Borges Vieira, de 28 anos, e o adolescente, pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico de drogas. O maior ainda foi autuado pelo crime de corrupção de menores.

Na mesma ocasião, durante abordagem da dupla, um casal em atitude suspeita também utilizou o desvio na estrada, no sentido a Jaraguá e passou a ser monitorado por outra equipe do GENARC. A equipe aguardou o retorno do casal para Goianésia e fez a abordagem na GO-080. José Aparecido Francisco dos Santos, vulgo “Terezão”, de 21 anos, e Luma Renara Alves de Sousa, de 18 anos, carregavam quatro tabletes de maconha e 300 gramas de crack.

Os quatro suspeitos foram conduzidos à sede do GENARC em Goianésia. Cruzando as informações repassadas pelos quatro detidos, os policiais identificaram a pessoa responsável por fornecer as drogas apreendidas com os suspeitos. No dia seguinte, pela manhã, equipes de policiais civis do GENARC e da Delegacia de Polícia de Goianésia se deslocaram para Jaraguá com o objetivo de localizar e prender a pessoa responsável por fornecer drogas para traficantes de Goianésia.

Após muitas diligências, os policiais civis efetuaram abordagem do suspeito Francedilson Nonato da Costa, vulgo “Lico”, de 27 anos, na rodovia BR-153. Em busca pessoal, foram encontrados e apreendidos 100 gramas de crack. Em seguida, os policiais se deslocaram à residência do suspeito, onde foram encontrados 600 gramas de crack, duas munições de calibre 380, uma balança de precisão digital e a quantia de R$384,00 em dinheiro.

Assessoria de Imprensa da Polícia Civil

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora