27 de Abril de 2012

Fernando Peixoto lança coleção Noivas Inverno 2012

Novos modelos têm conceitos baseados na “cidade das rendas”

Atenção brides to be e apreciadores de moda para noivas: o renomado estilista goiano Fernando Peixoto lançou sua coleção Inverno 2012 desenvolvida especialmente para noivas no dia 25 de abril, no Espaço Unique, em Goiânia-GO. No elegante desfile preparado para 700 convidados – entre socialites, empresários, profissionais de moda e beleza, cerimonialistas, clientes da grife e jornalistas –, o estilista apresentou modelos exclusivos que compõem a coleção “Calais”, cujo tema remete à tradição das grandes casas francesas de renda para alta costura.
 
Esta foi a primeira vez que Fernando Peixoto lança uma coleção exclusiva de bridal wear para a temporada outono/inverno na capital. São 20 vestidos volumosos – conforme pede a estação – inspirados no luxo e glamour das rainhas e princesas da Monarquia Francesa. Os modelos têm o dom de aliar toques clássicos a uma linguagem contemporânea, uma marca do estilista. “No processo de criação de uma coleção, inspiro-me na magia que envolve o casamento. Assim, em minhas viagens, busco tendências conciliadas com o perfil de cada noiva”, observa Peixoto.
 
O estilista concebeu os vestidos após sua ultima viagem a Europa, em março deste ano, quando trouxe as mais belas rendas do norte da França, especialmente da região de Calais, também conhecida como “cidade das rendas”, que deu nome à coleção de inverno. Para desenvolver as criações, Fernando Peixoto utilizou as rendas francesas (Chantilly) Dentelle de Calais, Sophie Hallette, Ombline, Stragier, Soltiss, Guipuire e Sutache, reconhecidas pela suavidade, riqueza de detalhes e desenhos delicados. Os tecidos de sedas puras (tafetás, shantungs, organzas e gazares), cetim Dior e Bucol, e os bordados com aplicação de cristais Swarovski em várias lapidações e transparência de diamante, são os diferenciais da coleção.
 
Os desenhos das rendas são de exclusividade do atelier. A renda Sophie Hallette, por exemplo, é hoje a queridinha dos grandes estilistas, tendo sido utilizada, inclusive, no vestido de noiva da princesa britânica Kate Middleton. A cor predominante na coleção Calais é o branco, nas versões branco óptico (em que o tecido recebe a aplicação de um produto que reflete raios azulados e avioletados que combatem o tom amarelo, dando a impressão de um branco mais branco) e o off white (que é um branco “envelhecido”, o tom ideal para a noiva que quer fugir do branco mas sem ser radical na mudança de cor).
 
Na Calais predominam os vestidos mais ajustados na cintura e soltos na saia, o que o estilista chama de “novo evasê”. Além disso, os modelos seguem a marca registrada de Fernando Peixoto, cuja produção é reconhecida no mercado pelo acabamento, caimento e corte sofisticados, bojo bem marcado e estruturado e barras perfeitas. Qualquer vestido do estilista faz jus ao corpo da mulher. “Procuro fazer com que minhas noivas estejam e sintam-se lindas e elegantes. Meu papel é criar em cada vestido uma identidade que reflita a personalidade delas”, ressalta.
 
Evento
A solidariedade também marcou presença na data. Latas de Leite NAN foram arrecadas entre os convidados para serem doadas aos filhos de mães pacientes do Hospital de Doenças Tropicais (HDT). A produção do desfile foi assinada por alguns dos melhores profissionais da cidade. A organização esteve sob a responsabilidade da cerimonialista Karla Rattes. O styling dos 20 looks foi desenvolvido pelo próprio Fernando Peixoto em parceria com a empresa Volucer Design. O make up das modelos foi responsabilidade da equipe de Fátima Bastos. Valéria Junqueira esteve no comando da decoração e Ricardo Grillo, da cenografia. Outros parceiros participaram do evento, como Valentine Festas, Disk Motorista, Casa das Velas By Aromas do Brasil, DCCO, Marka Som e Luz, Cida Flores, Revista Noivas e Festas, Festivitá, Servitú Della Corte, Perbone, Espaço Fotográfico e Gráfica Formato. Um coquetel preparado pelo Buffet El Hajj acompanhado de espumantes e vinhos da Casa Valduga deixou noite ainda mais luxuosa.
 
Sobre Fernando Peixoto
O talento de fazer criações exuberantes não veio por acaso. Filho de costureira, Fernando Peixoto  ingressou na alta costura como aprendiz aos 12 anos, iniciando assim uma trajetória de sucesso. Formado em Design de Moda pela Universidade Federal de Goiás, ele já realizou diversas atividades no segmento e anualmente participa de cursos de atualização de moda contemporânea em Paris, estudando história da arte no Museu do Louvre, visitando as exposições do Centre Georges Pompidou, na região de Beaubourg, onde está o Museu Nacional de Arte Moderna da França, e reciclando conhecimentos de moda na Esmod-Paris. Sua inspiração vem de renomados estilistas como Vera Wang, Ellie Saab, Georges Hobeika, Zuhair Murad, Monique Lhuillier, dentre outros.
 
O Atelier Fernando Peixoto, especializado na locação e comercialização de vestidos de noivas, damas, festas e debutantes, atua no mercado goiano desde 1996. Hoje, o estilista também comanda um maison em Brasília. Sua equipe é composta por 60 funcionários, tendo sua irmã, Elisângela Eterna, como sócia. “Atendendo a sociedade no estado há muitos anos, classifico a mulher goiana como antenada, chique, elegante e extremamente romântica. É aquela que entra na igreja e diz ao noivo: Eu te amo!”, exclama.

Oito dicas do Estilista:
1ª) A noiva deve procurar seu vestido com 5 a 8 meses, se for fazê-lo; senão, pode ser com até 1 mês de antecedência.

2ª) Na hora de escolher o vestido leve a mãe e no máximo a irmã. Minha experiência revela que não é bom levar amigas, principalmente aquelas que ainda não se casaram.

3ª) Particularmente não gosto de luvas. São acessórios que não tem haver com o clima tropical. É aceitável em casamento no período noturno e combina com tomara que caia e vestidos de alça, jamais use-as com vestido de manga. As luvas de cetim, telas, transparentes são bonitas. Jamais use as luvas de dedinho (mitenes);

4ª) Chapéu é utilizado em cerimônias até as 18 horas. Lembre-se sempre de que tudo que cobre o rosto tem a mesma conotação de chapéu. Por exemplo, o voillette, se for utilizá-lo a noite não coloque-o sobre o rosto.

5ª) O buque é item central da noiva. Na minha opinião, o buque deve ser branco, isso porque quando a noiva aparece, se o buque for colorido, chamará mais atenção que a própria noiva, todos os olhares se voltam ao buque e as pessoas acabam não reparando no vestido e na beleza dela. Na hora de escolher o buque opte por flores diferenciadas e nobres como tulipa e orquídea. O tamanho deve definido de acordo com o horário da cerimônia e o local. Nave ampla e casamento noturno pedem buques maiores.

6ª) Noiva tem que usar véu. O véu tem que combinar com o estilo do vestido e da cerimônia. Casamentos noturnos pedem véu ou mantilha maiores. Lembrando que a mesma renda do vestido deve ser utilizada na mantilha para não haver choque.

7ª) Se a decoração é rosa, não coloque a dama toda vestida de rosa; ou se é amarela, não coloque a dama toda de amarelo. A dama deve harmonizar com a decoração. Não significa que tem que ser na mesma cor. Tem que ter cuidado para que a dama não pareça um pote no altar.

8ª) Todo cuidado com acessórios é pouco.  A linha que delimita o lindo e o brega  é muito tênue. É difícil harmonizar. O colar, por exemplo, deve ser utilizado em vestidos que deixam o colo limpo e com vestidos que não possuem muitos detalhes.

Fonte: Divulgação

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora