16 de Agosto de 2016

Através do Senar mulheres aprendem a confeccionar biojoias

Aulas são ministradas no Sindicato Rural de Rio Verde

Belas, originais e sustentáveis, as biojoias têm conquistado as consumidoras e sendo uma grande oportunidade para o mercado de acessórios femininos no Brasil e foi pensando nisso, que sistema, (Sindicato Rural/Faeg/Senar), iniciou na manhã de hoje, uma turma do curso de Biojóias em Rio Verde.

A Biojoia é um adereço produzido a partir de materiais vindos da natureza, tais como sementes diversas, fibras naturais, casca do coco, frutos secos, conchas, madrepérola, capim, madeira, ossos, penas, escamas e diversos outros. Os materiais são extraídos da natureza sem causar danos ao meio ambiente e são uma forma sustentável de produção de peças.

O curso tem o objetivo de ensinar as participantes a confeccionar bijuterias como brincos, pulseiras e colares e ainda proporcionar o manuseio de sementes, flores e até capim, transformando-os em interessantes e finos adereços. A ideia, além de sustentável, faz parte de uma cultura popular que tem ganhado cada vez mais adeptos.

As aulas estão sendo ministradas no Sindicato Rural de Rio Verde até quinta-feira e são gratuitas.

Quem tiver interesse na qualificação profissional rural, poderá entrar em contato com o Sindicato Rural, através da mobilizadora Rízzia Ribeiro.

Ascom – Sindicato Rural

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora