03 de Abril de 2017

Tecnoshow aquece comércio

Feira gera milhares de empregos em Rio Verde

Mesmo antes de começar, a Tecnoshow Comigo gera oportunidades de trabalho durante a montagem do evento. Para a realização da feira, são criadas até 5,5 mil empregos, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. A rede hoteleira e restaurantes da cidade também precisam contratar temporários para atender à demanda.

Diretor de Turismo da cidade, Laudelino Nogueira Guimarães Junior explica que a Tecnoshow atrai milhares de pessoas para o turismo de negócios e movimenta Rio Verde de forma significativa.

“Existe uma movimentação intensa e tem grande potencial de geração de empregos. São mais de 5 mil empregos temporários durante o evento. No entanto, antes mesmo dele começar, são preenchidas 2,2 mil vagas. Para se ter uma ideia, temos 37 hotéis em Rio Verde e a maioria está lotada. Muitos visitantes, ao irem embora, já deixam agendado para o ano seguinte. Tudo isso é geração de renda, oportunidade de negócios e alavanca a economia da cidade”, disse ao G1.

Ainda conforme o diretor, as oportunidades de emprego são variadas. O evento gera vagas para garçom, vendedor, atendente, limpeza, manobrista, entre outros. Apesar de serem trabalhos temporários, os contratados têm chances de serem efetivados pelas empresas.

 Segundo Junior, os restaurantes da cidade também precisam se adaptar para atender os visitantes que participam da feira. Um dos estabelecimentos da cidade informou à TV Anhanguera que a expectativa é aumentar em 40% o volume de vendas durante a feira. Além disso, eles se preparam para receber o público durante a noite.

“Devido à grande demanda, o pessoal vem, fica na feira o dia inteiro. À noite, os visitantes querem sair, se divertir, então, estamos investindo nos shows”, explicou Geraldo Garcia, proprietário de um restaurante na cidade.

Por causa da grande demanda por estadia na cidade, alguns moradores alugam quartas e casas para público da feira. Uma dessas pessoas é o comerciante Saulo Reis, que alugou um apartamento para visitantes que ficarão na cidade durante a Tecnoshow. “Surgem essas ideias e achei importante. Temos que aproveitar esse momento”, comentou.

O presidente da Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudeste Goiano (Comigo), Antonio Chavaglia, explica que a Tecnoshow começa a gerar oportunidades de trabalho mesmo antes de começar. Segundo ele, a montagem dos estandes, por exemplo, já exige contratações temporárias.

“Durante os sete dias antes da feira já tem movimentação de empregos, desde a montagem dos estandes até desmontagem. Durante a feira, o pessoal dá suporte para as empresas que vêm de fora, porque elas não trazem pessoal para fazer trabalho interno, então, são contratados novos funcionários para dar atenção necessária ao produtor”, afirmou.

G1

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora