12 de Março de 2013

Seagro apresenta balanço da produção agrícola

Rio Verde, Jataí e Cristalina superaram os 200 mil hectares cultivados

A Gerência de Estatística e Acompanhamento de Safras da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás (Seagro)  revela que três municípios goianos superaram os 200 mil hectares cultivados de soja: Rio Verde e Jataí, na Região Sudoeste e Cristalina, no Entorno do Distrito Federal. Em Rio Verde foram plantados 290 mil hectares. Outras cidades, como Montividiu, Mineiros, Paraúna e Chapadão do Céu, também ganharam destaque no ranking da produção goiana, com dados apurados em janeiro deste ano. O documento mostra ainda que os 10 primeiros colocados superaram a marca de 1,38 milhão de hectares plantados, com produção superior a 4,49 milhões de toneladas (rendimento de 3,2 mil quilos por hectare), representando 49,2% quando comparados com os números das outras regiões produtoras do grão.

O estudo esclarece que o milho primeira safra totalizou, apenas em 10 cidades, onde a cultura predomina, 150,7 mil hectares plantados, com produção de 1,39 milhão de toneladas. Cristalina, onde predomina o cultivo irrigado, ficou em primeiro lugar no ranking, com 50 mil hectares e produção de 480 mil toneladas, superando Luziânia, também no Entorno do Distrito Federal, com produção de 163,2 mil toneladas numa área de 16 mil hectares. As 10 principais regiões tiveram percentual de 51,2% (excluídos os outros 203 municípios, que responderam por 48,8% do total da produção). Demais grãos, como algodão e feijão primeira safra, compõem o estudo, que veio a público nesta semana.

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola da Seagro, que detalha o acompanhamento da safra de janeiro de 2013, mostra a evolução histórica da produção goiana. A soja, na safra 2011, teve área estimada em 2,5 milhões de hectares para todo o Estado, que colheu naquele ano 2,56 milhões de hectares, com produção de 7,69 milhões de toneladas. Para a safra atual, a expectativa é produzir mais de 9,1 milhões de toneladas do grão, em área estimada de 2,8 milhões de hectares. Avaliado o histórico 2011 a 2013, o aumento da produtividade, quando é possível produzir mais em menos área, ficou evidenciado. "Temos a responsabilidade de produzir mais, levando em conta sobretudo os avanços do agronegócio a cada ano. Goiás tem sua economia sustentada na atividade, que ganha peso considerável na balança comercial", avalia o secretário de Agricultura, Antônio Flávio Camilo de Lima.

Fonte: Notícias de Goiás

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora