05 de Abril de 2017

Rio Verde será referência global em alimento saudável

Lançamento do projeto Rio Verde, Cidade do Futuro, aconteceu na Tecnoshow

O Instituto Fórum do Futuro lançou na segunda-feira (4/4), durante a feira Tecnoshow Comigo, realizada em Rio Verde, o projeto Rio Verde, Cidade do Futuro. O objetivo é fazer do município uma referência global do alimento saudável, sustentável, resiliente ao aquecimento climático e socialmente inclusivo.

O professor da Universidade Federal de Viçosa e coordenador da iniciativa, Evaldo Vilela, explicou que o projeto é não governamental e dedicado a dois tópicos: a inovação tecnológica para o agro e uma melhor relação ciência, agro e sociedade.
 
“Estamos tratando de envolver a Comigo (Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano) e outras empresas da região interessadas em abrir possibilidades futuras para Rio Verde”, contou Evaldo Vilela. “A ideia central é que Rio Verde está indo muito bem no agro. É um sucesso, mas nós não sabemos se esse sucesso vai durar por muito tempo, já que o mundo está mudando”, alertou.
 
Segundo Vilela, o agro não tem pensado no futuro dos produtos alimentícios. Portanto, o Fórum se propõe a fazer esse papel. “Vamos fazer esse trabalho de uma maneira muito objetiva. Não fazemos diagnósticos, não ficamos escrevendo relatórios. Nós simplesmente criamos um ambiente de inovação. Esses ambientes vão conter a problemática da região. As questões ambientais, de sustentabilidade, as tecnologias, todos os problemas existentes, inclusive a erradicação da pobreza”, explicou.
 
O coordenador também disse que, além de envolver a sociedade local, as ações vão contar com a participação de estudantes universitários. “Vamos arregimentar talentos universitários, pegar talentos do IFG, da UFG. Em um segundo momento, depois de tudo organizado, vamos trazer pessoas de outros estados do Brasil e do exterior. Nós precisamos fazer um ambiente de inovação local, mas que tenha gente de todo o mundo”, ressaltou.
 
O formato do projeto já existe em Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso. Em Goiás, terá parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), com o Instituto Federal Goiano (IF Goiano) e com a Universidade Federal de Goiás.
 
Conexão Futuro, o Hub da Inovação
O projeto Conexão Futuro, o Hub da Inovação também foi lançado na Tecnoshow Comigo, que segue até o dia 7 de abril no Centro Tecnológico Comigo (CTC). Este projeto pretende viabilizar o primeiro ambiente de inovação do Brasil com foco na cadeia de valor do alimento. Para isso, empresas parceiras já identificaram suas demandas tecnológicas.

Haverá uma competição nacional para levar ao município doze talentos, que vão receber uma bolsa por seis meses para trabalhar no desenvolvimento das tecnologias sugeridas.
 
O projeto terá apoio da Fapeg quanto à sua aplicação junto às universidades e instituições de pesquisa. O IF Goiano contribuirá em várias ações, entre elas a oferta à comunidade de um mestrado voltado à integração da ciência, da natureza e do desenvolvimento. "A proposta busca unir em um mesmo guarda-chuva acadêmico as diversas competências e áreas do conhecimento", afirmou o reitor do IF, Vicente de Almeida.

A Redação

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora