30 de Setembro de 2011

Parque Ecológico: o verde no Centro da cidade

Continua no Rio Verde Agora a nossa série de reportagens sobre as obras em andamento na cidade

Mato, muriçoca e malandro. Até pouco tempo atrás, quem visitasse a região no encontro entre os córregos Barrinha e do Sapo só iria encontrar essas três coisas. Embora praticamente no Centro da cidade, a região sempre foi esquecida pelas autoridades. Mesmo próxima de um dos bairros mais nobres da cidade, essa região (nos fundos da Faculdade Objetivo) nunca era olhada com grande carinho.

O cenário hoje é diferente. A grande quantidade de máquinas e operários que trabalha no local transformaram a área em um canteiro de obras. Em breve, Rio Verde terá, encravado na região central da cidade, um cartão postal. O Parque Ecológico, obra idealizada ainda na gestão de Paulo Roberto Cunha, e colocada em prática no mandato de Juraci Martins, é uma das principais frentes de trabalho da atual administração.

O local promete se transformar em referência em lazer, esporte e cultura. Pista de caminhada, quadras de esportes e uma praça de leitura já estão sendo construídas no local. Além disso, lâminas d’água e um belo projeto paisagístico prometem fazer do Parque Ecológico um dos mais belos locais da cidade.

Não bastasse isso, o projeto para a área também prevê a questão de mobilidade no trânsito de Rio Verde. O parque será atravessado pela Rua Vinte e Cinco (que passa na porta do Colégio Ápice), ligando o Setor Campestre e mais doze bairros de uma maneira mais rápida à Avenida Eurico Veloso do Carmo (Barrinha). De acordo com o secretário de Obras, Luiz Sabino “todos os bairros da região, incluindo o Bairro Promissão e adjacências, terão acesso mais fácil, seguro e rápido ao Centro da cidade. Isso sem interferir na questão de paisagismo do parque”.

A obra do parque Ecológico instantaneamente transformou a área. Um edifício já está sendo construído no local, além de uma nova academia de ginástica. Os lotes em volta do parque já tiveram uma valorização absurda. Além disso, mais duas construtoras estão fazendo estudos para investir no local. A área pode se transformar rapidamente em um dos setores mais caros de Rio Verde. São esperados pelo menos mais dois edifícios na região.

Independentemente disso, o Parque Ecológico será referência em lazer, verde e qualidade de vida não só para os moradores da área, como também para todos os rio-verdenses.

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora