10 de Junho de 2011

Lavou a alma

Chuva diminuiu sequidão e acabou com a poeira

A forte chuva que caiu ontem, 9 de junho em Rio Verde pegou muita gente desprevenida. Afinal, estamos em junho, e nessa época é pouco comum cair uma tromba d’água tão grande quanto aquela.

À tarde, uma pequena chuva já aumentou a umidade relativa do ar, que baixava dia após dia, como é normal nestes tempos de seca no cerrado. Entretanto, por volta das sete da noite, o que se viu foi um verdadeiro dilúvio para esta época. A chuva seguiu praticamente ininterrupta até as quatro da manhã do dia de hoje, e presenteou os rio-verdenses com um amanhecer nublado e frio, coisa incomum para esta época.

Nas faculdades e escolas, não foram poucos os que se atrasaram ou até mesmo nem foram para a aula. Alguns alunos da Faculdade Objetivo, que está em semana de provas, avisavam aos professores por celular que não seria possível chegar na hora. A aluna de Publicidade e Propaganda Carol Araújo reclamava da chuva: “Moro em Santa Helena, e tenho medo de voltar dirigindo debaixo desse temporal. A estrada fica muito perigosa”.

De acordo com o metereologista do INPE, Luiz Souza, podem ocorrer mais chuvas nesse período: “Embora raras, as chuvas nesse período são conseqüências de massas que conseguem vir do litoral até o centro do país. Deve chover mais até o fim de semana”, explica.

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora