19 de Outubro de 2016

Jovem morre por dengue hemorrágica em Rio Verde

SES-GO diz que caso ainda é investigado; já SMS considera causa definida. Família alega que vítima teve 6 paradas cardíacas enquanto estava na UTI

Uma jovem de 22 anos morreu com suspeita de dengue hemorrágica, nesta terça-feira (18), em Rio Verde, região sudoeste de Goiás. Segundo familiares, Jeannine de Oliveira Martins ficou três dias internadas e teve seis paradas cardíacas. Ela chegou a ser encaminhada para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu.

Em nota enviada, a Secretaria de Saúde do Estado de Goiás (SES-GO) informou que a confirmação do óbito pela doença só pode ser feita após análise do Laboratório Central (Lacen). Já a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Verde disse à TV Anhanguera que a causa da morte por conta da dengue já foi definida.

Jeannine, que já havia contraído dengue outras duas vezes, deu entrada no hospital no último domingo (16) com dores de cabeça e no corpo. O empresário Robson de Oliveira Silva, tio da jovem, afirmou que ela fez uma série de exames, mas que a situação não conseguiu ser revertida.

"Tentaram entender o que estava acontecendo. Houve uma suspeita muito forte até de envenenamento porque viu que tinha toxina muito forte no organismo dela. Começaram a tratar, mas creio que foi um pouco tarde”, destaca.

Ele disse ainda que todos estão muito abalados com o que aconteceu. "Dor muito grande para a família, uma moça nova, cheia de vida, muito alegre. A perda enorme que só Deus para curar essa dor que toda família sente pela falta dela”, lamenta.

Casos
Boletim da SES-GO com dados atualizados até o último dia 8 contabiliza 143.731 casos notificados neste ano, dos quais 65.684 foram confirmados. O número é 18,4% menor que o mesmo período de 2015. As cidades com mais números de registros, em ordem, são: Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Rio Verde e Luziânia.

G1

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora