Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

13 de Agosto de 2013

Grupo Havan abrirá loja em Rio Verde

Loja de departamentos abrirá seis unidades e um centro de distribuições em Goiás

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

O Governo de Goiás e a direção da Havan (loja de departamentos) assinaram protocolo de intenções para a construção de seis lojas em Goiás: Goiânia (duas lojas), Aparecida de Goiânia (uma loja), Rio Verde (uma loja), Itumbiara (uma loja) Valparaíso de Goiás (uma loja), além de um Centro de Distribuição em Anápolis. O investimento será de aproximadamente R$ 175,191 milhões. O empreendimento deve gerar quase três mil empregos diretos e indiretos. A empresa inaugurou sua primeira loja em Goiás no município de Anápolis, em julho passado, no entroncamento da Rodovia Belém/Brasília, onde foram gerados 200 empregos diretos.

O governador destaca que o investimento vai colaborar para o fortalecimento da economia goiana. “Esse investimento vai contribuir para que Goiás se fortaleça ainda mais no PIB, na geração de empregos e prosperidade. A loja de Anápolis ficou fechada por muito tempo e agora nós temos a certeza de que temos um empresário forte lá, que vai gerar centenas de empregos. Isso sem falar que Anápolis vai receber um moderníssimo Centro de Convenções do nosso governo, um aeroporto de cargas e o anel do DAIA. Tudo isso vai transformando Anápolis e Goiás num grande centro de atração de investimentos”, frisa. O Governo do Estado colocou à disposição da Havan linhas de crédito do FCO e incentivos fiscais do programa Produzir, através do subprograma CentroProduzir.

Segundo o diretor-presidente da Havan, Luciano Hang, a segunda loja da Havan deve ser construída em Valparaíso de Goiás. “Em Valparaíso já compramos o terreno e já protocolamos o projeto na prefeitura. É uma loja igual à de Anápolis, com 15 mil m². O povo de Goiás é muito receptivo, a exemplo do Governo do Estado, que procura empresários para expandirem seus negócios aqui no Estado. Goiás cresce muito e tem atraído muitas empresas. É por este motivo que estamos aqui”, explica. A empresa vai demandar de insumos, produtos e equipamentos de fornecedores locais e bens de capital, contratações de obras e serviços, transporte, etc. A previsão é de que as obras sejam iniciados no prazo de 120 dias, sendo que a primeira delas, referente ao Centro de Distribuição da Anápolis, já está em fase da acabamento.

O secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, ressalta que o Governo do Estado tem investido pesado na atração de novos empreendimentos. “É nosso objetivo manter as empresas vindo para Goiás, fomentando a economia, gerando empregos e distribuindo renda. Nós estaremos trabalhando incansavelmente na atualização dos nossos programas de incentivos, movimentando a economia  e mostrando para o Brasil e para o mundo que Goiás é um dos estados mais competitivos do País e que faremos  tudo para que o empresário se sinta seguro e tranquilo para investir em Goiás”, salienta. A Secretaria da Indústria e Comércio iniciará as gestões de convênios junto às entidades parceiras, como Sesi, Senai, IFG, Sebrae, Fieg e prefeituras, com o objetivo de fomentar e aproveitar a mão de obra local.

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, disse que sua equipe administrativa está trabalhando para que seja sugerida a área ideal para a instalação da Havan no município. “Já estamos fazendo gestões para encontrarmos a área ideal para que a empresa possa se estabelecer em Aparecida de Goiânia. A empresa é de grande importância para o povo de Aparecida porque ela vai gerar muitos empregos, riqueza, divisas e vai movimentar nossa cidade. Tudo  que estiver ao nosso alcance nós faremos”, pontuou. A nova rede Havan, que chega a Goiás identifica-se pela comercialização e distribuição de brinquedos, tecidos, eletrônicos, ferramentas, utensílios, lojas de fast-food e postos de combustíveis.

Economia
O governador Marconi Perillo aproveitou a ocasião para fazer um breve balanço do momento econômico e social vivido em Goiás. “Goiás foi o estado brasileiro que mais cresceu no PIB em 2012; o segundo que mais cresceu na geração de empregos e na industrialização; um dos estados que conseguiram o melhor desempenho na balança comercial. Esse ano nós vamos chegar a quase US$ 8 bilhões em exportações, contra quase US$ 7 de importações. Nós conseguimos em 20 anos saltar do 10º par o 8º lugar em IDH. Também na área da educação os avanços foram significativos. Parcerias com o setor privado têm feito diferença aqui no Estado de Goiás. Nós temos dois programas agressivos de atração de indústrias, que são o Fomentar e o Produzir”, afirma.

Havan
A Havan Lojas de Departamentos comercializa artigos nacionais e importados no atacado e no varejo. Ela é considerada a maior loja do País, com mais de 100 mil produtos (nacionais e importados) à disposição dos clientes. A Havan tem sua origem em Brusque (Santa Caratina) e, atualmente, possui filiais nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, com 52 lojas. A meta é chegar a 100 lojas até 2015. A empresa gera 10 mil empregos e arrecadação de R$ 500 milhões em tributos ao ano.

Notícias de Goiás

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2014 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora