Trânsito em Rio Verde – Rua Goiânia

Coluna semanal desata os nós do trânsito rio-verdense


Parece até um consenso que existe em nossa cidade: o trânsito aqui é muito ruim. Não há quem não repita esta frase como um mantra. Para outros, “dirigir em qualquer capital é mais tranqüilo do que dirigir em Rio Verde”. Exageros à parte, o tráfego de veículos motorizados em nossa cidade é problemático, graças ao grande número de veículos e às poucas vias de trânsito rápido aqui existentes.

Nesta seção, iremos discutir e analisar os pontos do trânsito de nosso município que são de mais difícil fluxo, e propor soluções que facilitem a vida de quem trafega pelas nossas ruas.

Para estrear essa seção, começamos com uma das mais movimentadas ruas de nossa cidade, a Rua Goiânia, que recentemente teve seu nome mudado para Rua Osório Coelho Moraes. Em seu sentido de tráfego, a Rua Goiânia começa na Rua Dona Maricota com a Rua Lourenço Pereira dos Santos, no Centro, e vai terminar na Rua Guarany, já nas proximidades do Bairro Popular. Com 2,93 km de extensão, a Rua Goiânia atravessa pontos importantes como a Rua Coronel Vaiano, a Rua 12 e a Avenida João Belo.

De alguns anos para cá, a Rua Goiânia se transformou em uma das mais utilizadas vias em nossa cidade. Como as pessoas cada vez mais evitam o trânsito e os semáforos da Avenida Presidente Vargas, ruas como a Goiânia e a Augusta Bastos transformaram-se em rotas de “escape” para os motoristas. Para Carlos Vilela, empresário que possui sede na Rua Goiânia, o grande movimento tem mais atrapalhado do que ajudado os comerciantes: “A Rua Goiânia está virando um lugar onde as pessoas apenas passam por aqui, não param. Já existe um bom trecho dela em que é proibido estacionar em uma de suas laterais. Isso dificulta bastante quem quer vir ao nosso estabelecimento, já que as vagas próximas são escassas.”

Além de ter se tornado lugar de tráfego intenso, a Rua Goiânia também conta com agravantes, já que nela ou em suas proximidades estão instalados lugares de grande movimentação, como o CAIS, a maternidade Augusta Bastos, a sede do Ipasgo, o Colégio do Sol e em breve, com a conclusão da UPA e do quarteirão da Saúde, mais pessoas irão transitar pela referida rua.

José Iran Carlos, morador há 30 anos da Rua Goiânia, reclama: “Sei que o crescimento da cidade faz aumentar o número de carros, mas nós moradores estamos sofrendo muito com o grande movimento aqui. A partir das 4 da manhã, todos os dias, já começa o trânsito de caminhões na porta de casa. Alguns caminhões são tão grandes que quando passam balançam toda a estrutura de nossa casa. Minha residência já está cheia de rachaduras”, reclama.

Para o arquiteto e urbanista Joel Cardozo, a Rua Goiânia precisa de modificações mais drásticas: “A restrição de estacionamento em um dos lados da rua deveria ser estendida a um perímetro maior da rua. Isso iria fazer com que o tráfego fluísse melhor. Mesmo onde há a proibição, falta fiscalização. Isso ‘trava’ o trânsito no lugar. Além disso, já está claro que no cruzamento das Ruas Goiânia e Nivaldo Ribeiro existe uma necessidade para a colocação de um semáforo, para melhorar um pouco a trafegabilidade de quem passa nas imediações do CAIS”.

Para José Coga Pedroso, superintendente municipal de trânsito, o problema é causado pelo crescimento da cidade: “Rio Verde não é uma cidade planejada. Crescemos de forma acelerada e faltou, durante muitos anos, investimento em infra-estrutura de trânsito. Mas estamos trabalhando para melhorar isso. O prefeito Dr. Juraci vai conseguir construir aqui as marginais, começando pela do Sapo, que devem desafogar bastante o trânsito de vias como a Goiânia, a Dario Alves de Paiva e a Augusta Bastos. Até lá, iremos procurar soluções paliativas que facilitem a vida não só de quem trafega, mas de quem também mora no local. Já está em estudo uma medida para dar fim às reclamações acerca do trânsito de veículos pesados em algumas regiões. Espero que até o meio de 2011 a gente já esteja colocando o tráfego desta região no eixo”.

O Rio Verde Agora aguardará as soluções, e espera que o poder público solucione os problemas da Rua Goiânia, via tão importante de nossa querida cidade.

Compartilhe

Comente: Trânsito em Rio Verde – Rua Goiânia